"-... esse sujeito de quem estou falando trabalhava como domador de cavalos (...) parecia ter sido feito por encomenda para domar os potros; mas a verdade é que ele tinha outro ofício: o de 'provocador'. Era provocador de sonhos. Isso é que ele era realmente." Pedro Páramo, Juan Rulfo.

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Cumulus Nimbus

Certa vez explicando os diferentes tipos de chuva acabei por falar dos diferentes tipos de nuvens. E ao comentar das chuvas de convecção falei das nuvens cumulus nimbus. Acrescentei que esta era minha nuvem favorita. Logo um aluno comentou: "Como alguém pode ter uma nuvem favorita?" Pois então: eu tenho!

As cumulus nimbus se diferenciam de todas as outras nuvens pela sua forma e por sua formação. Típicas dos climas quentes elas aparecem sobretudo no verão. Crescem verticalmente e chegam a grandes altitudes. Elas podem se formar sozinhas a partir das nuvens cumulus. Geralmente são causadoras de fortes tempestades.
Seu comportamento lembra as emoções humanas: aparecem singelamente numa bela manhã ensolarada, tomam forma magnífica, se transformam, ficam imponentes, mudam de cor, relampejam, e em descargas bravias fazem chover torrencialmente... dão medo... depois se acalmam.
Sua forma lembra uma divindade: assumem um lugar especial nos céus, as demais nuvens lhe são pequenas, dominam os ares com magnitude. Como deuses podem embelezar tardes quentes ou desferir rajadas de raios.

Fica bem nítida a formação da cumulus nimbus no meio do vídeo (aprox. dos 22' aos 16')crescendo em forma de cogumelo.

Estas nuvens são responsáveis por aquela experiência que muita gente passa quando está viajando: você está na estrada e de repente você entra numa chuva e, assim como entrou, logo sai. No interior de São Paulo também é comum avistarmos, principalmente no verão, aquelas cortinas de chuva que se deslocam no horizonte causadas também por cumulus nimbus.

Neste vídeo feito a partir de um avião dá para ver o que acontece dentro da nuvem.

2 comentários:

Eulália disse...

Olá Fernando,
como leiga no assunto, posso dizer que acabei de ter uma bela aula. Parabéns! Como já disse, quando crescer quero ser igual a você, rsrsrs.
Beijos.

Neo Brazillix disse...

Sempre me surpreendendo...
Infalivelmente interessante este post sobre Cumulus Nimbus e são realmente maravilhosas (e podem ser assustadoras também).

Fiz um blog também, me diga o que acha!

Abraços

Erick